Goiânia, 21/02/2024
Voz de Goiás
·
Contato: vozgoias@gmail.com
Matérias


Paraná Pesquisas: desaprovação de Rogério Cruz se aproxima da rejeição de Paulo Garcia

10/02/24

Uma recente pesquisa conduzida pelo instituto Paraná Pesquisas revelou que a gestão do prefeito Rogério Cruz (Republicanos) em Goiânia enfrenta uma desaprovação de 63,2%. Esses números aproximam a rejeição ao atual prefeito da taxa registrada para o ex-prefeito Paulo Garcia (PT), que, em 2016, atingiu uma desaprovação de 73,7%, segundo análise do mesmo instituto.

Os dados atuais indicam que a aprovação de Rogério Cruz é de 32,2%, enquanto 4,6% dos entrevistados não souberam ou optaram por não opinar. Essa taxa de desaprovação coloca o atual prefeito em uma situação comparável àquela enfrentada por Paulo Garcia em 2016, quando o ex-prefeito petista alcançou a maior taxa de rejeição entre os administradores de capitais pesquisados pelo Paraná Pesquisas em 2015.

Assim como Paulo Garcia, Rogério Cruz enfrenta desafios significativos relacionados à administração da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg). Questões como a gestão inadequada do lixo, o crescimento descontrolado de mato em praças, parques, canteiros centrais e áreas públicas, além da falta de assertividade na administração da cidade, contribuem para a elevada desaprovação do prefeito.

Outros fatores, como a busca por um empréstimo de R$ 710 milhões para iniciar obras no último ano de mandato e em um ano eleitoral, também são citados como justificativas para a insatisfação da população goianiense em relação a Rogério Cruz.


·

2024. Voz de Goiás. Direitos reservados.